loader
mão interrompe dominós caindo demonstrando a ação da empatia nas empresas

Como empresas devem se posicionar em tempos de crise

14/05/2020 - 3 min de leitura
Empatia ajuda negócios a se tornarem relevantes para a sociedade

Há muito já se fala da necessidade de empresas e marcas serem relevantes para a sociedade. Isso porque cada vez mais elas são entendidas como organismos vivos e ativos no meio em que atuam, mas encontrar seu papel no mundo não é uma tarefa fácil para a maioria das empresas e, em tempos de crise – em que o presente é um cenário negativo e o futuro está incerto – esta missão torna-se mais difícil ainda.

Em momentos difíceis, como o da pandemia do novo Coronavírus, a necessidade de ir além dos lucros fica ainda mais evidente. O crescimento continua sendo o objetivo principal dos negócios, mas os métodos e mentalidades para alcançar o crescimento mudaram. Para encontrar a maneira de contribuir com a sociedade, de forma verdadeira e genuína, se colocar no lugar do outro é essencial e a essa capacidade dá-se o nome de empatia.

Apesar de se tornar popular agora, a necessidade de tornar negócios empáticos já foi apontada como uma questão de sobrevivência há bastante tempo. Exemplo disso foi o estudo chamado “Empatia: a habilidade fundamental dos novos tempos”, conduzido pela CO.R Inovação que em 2015 já apontava para essa realidade.

Antes, porém, de construir nosso pensamento sobre empatia e como ela ajuda no posicionamento e sucesso do business, é importante falar sobre o cenário das crises. O sentimento de incerteza não é algo novo no mundo dos negócios, mas a volatilidade dos tempos atuais torna difícil identificar o que de fato pode desencadear recessões. Os fatores são múltiplos, indo das instabilidades na política e nos mercados, ao alto grau de regulação, chegando às questões ambientais e da sociedade em geral.

Além disso, eventos altamente improváveis, imprevisíveis e impactantes sempre vão ocorrer periodicamente, é o que o autor Nassim Taleb chama de “ cisne negro” explicada em sua obra “A lógica do Cisne Negro”. E adivinhe? É exatamente o que estamos vivendo com o Covid-19.

Dito isso, não se trata de marcas e empresas reverterem os efeitos desta pandemia, ou em tempos de crise em uma maneira geral. Ser útil à sociedade é tornar-se relevante em qualquer cenário, seja em tempos de crise ou em cenários considerados normais.

Como empresas podem ser úteis à sociedade?

A responsabilidade social das empresas aparece com fator superior a 40% de importância nas avaliações dos consumidores quanto à reputação de uma marca. O estudo foi realizado e divulgado pelo Reputation Institute, que ouviu cerca de 55 mil consumidores de 15 mercados diferentes no mundo todo.

Isso significa que consumidores consideram importante que marcas contribuam de alguma forma para a sociedade. Como dito anteriormente, não é tão simples encontrar uma maneira verdadeira de fazer a diferença, principalmente porque ser relevante não se limita a postagens em redes socais, é preciso ter autenticidade nas mensagens e coerência entre o que se fala e o que se faz.

O fazer com relevância, por sua vez, envolve escuta ativa e a capacidade de se colocar no lugar o outro, é disso que se trata a empatia. É necessário que marcas exercitem empatia com seus diversos stakeholders: clientes, colaboradores, fornecedores e afins. Quais as dores que eles têm e que você, como empresa, pode contribuir?

Trata-se de um olhar estratégico que considera as pessoas ao tomar decisões de negócios. E é de surpreender como é possível ser tornar útil sem que isso envolva ônus financeiro e, mesmo quando há essa necessidade, a empatia tem grande poder de reverter os investimentos em lucro. Isso porque uma abordagem corporativa centrada no ser humano torna possível transformar obstáculos em oportunidades.

Como colocar em prática

Estamos em um momento de crise e você se deu conta que sua marca ou empresa não é relevante o bastante para a sociedade? Você entendeu que precisa contribuir de maneira coerente e verdadeira com o contexto a sua volta mas não sabe como e também não entende como trabalhar isso em sua comunicação.

Empresas de comunicação que trabalham com design estratégico são ideais para tornar sua empresa relevante, fortalecer sua marca por meio da empatia e, com uma abordagem de trabalho focada no ser humano, conseguir usar essas estratégias para gerar lucro.

Torne seu negócio relevante em tempos de crise. Comece agora.

9

Deixe um comentário


© 2020 TKDE - Todos os Direitos Reservados